quinta-feira, Outubro 27, 2011

Poesia Traduzida (8)

RUI MIGUEL RIBEIRO*

Optei por escolher, em primeiro lugar, as antologias que foram para mim mais relevantes e essenciais para a descoberta de poetas de nacionalidades várias. É de assinalar que graças ao trabalho maravilhoso do José Bento - e, na poesia mais recente, do Joaquim Manuel Magalhães e naquela ainda mais recente, do Manuel de Freitas - nenhum outro país se encontra tão bem representado, em antologias e tradução de autores para português, como a Espanha. Já não digo que gostaria muito que pudesse existir comparável trabalho de reuniões qualitativas e panorâmicas disponível, e a um preço acessível, sobre a poesia portuguesa, mas a escolher um outro país, acho que aquele mais relevante seria o Reino Unido.

Em relação a títulos de poetas, escolhi conforme o meu primeiro contacto em tradução portuguesa. Muitos viram posteriormente, e ainda bem, a sua presença alargada em novas traduções e mais extensas.


Vários, Poesia do Seculo XX (de Thomas Hardy a C.V. Cattaneo), Trad. Jorge de Sena

Vários, Ouro de Vário Tempo e Lugar (de São Francisco de Assis a Louis Aragon), versões por A. Herculano de Carvalho

Vários, Poesia de 26 Séculos, Trad. Jorge de Sena

Antologia da poesia espanhola contemporânea, Trad. José Bento

Vários, Trocar de Rosa, Trad. Eugénio de Andrade

W. H Auden, O Massacre dos Inocentes, Trad. José Alberto Oliveira

D. H. Lawrence, A Barca da Morte, Trad. Rui Rosado

Ian Hamilton, Cinquenta Poemas, Trad. Nuno Vidal

Philip Larkin, Uma Antologia, Trad. Maria Teresa Guerreiro

Thom Gunn, A Destruição do Nada e outros poemas, Trad. Maria de Lourdes Guimarães

Edgar Lee Masters , Spoon River - Uma antologia, Trad. de José Miguel Silva

Jaime Gil de Biedma, Antologia poética, Trad. José Bento

Henri Michaux, Nós Dois Ainda, Trad. Rui Caeiro

Cesare Pavese, O Vício Absurdo, Trad. Rui Caeiro

Paul Celan, Sete rosas mais tarde, Trad. João Barrento/Y. Centenno

Yorgos Seferis, Poemas escolhidos, Trad. Joaquim M. Magalhães

Constantin Cavafy , 90 e mais quatro poemas, Trad. Jorge de Sena

Anna Akhmatova, Poemas, Trad. Joaquim Manuel Magalhães e Vadim Dimitriev

Gil de Carvalho, Uma antologia da poesia chinesa


*Nasceu no Porto, em 1974. É Matemático e vive em Lisboa. Publicou os primeiros poemas com 24 anos e colabora, desde então, regularmente com algumas publicações, nomeadamente Criatura e Telhados de Vidro. Publicou os seguintes livros de poesia: Europa e mais três poemas, Letra Livre, Lisboa, 2007, XX Dias, Averno, Lisboa, 2009.

Sem comentários: